top of page
  • Writer's pictureRui Marques

A Academia de Líderes Ubuntu em Cabo-Verde

Escrevo-vos esta newsletter de Cabo-Verde onde me encontro em visita a um novo ciclo de formação de formadores da Academia de Líderes Ubuntu, numa parceria com a Câmara Municipal da Praia. Gosto sempre de regressar a este país, feito de esforço e de determinação de um povo que vence as maiores adversidades, com um sorriso nos lábios.


Em particular desde 2000 tem feito um trajecto de desenvolvimento socioeconómico que o levou a deixar de estar no grupo dos países “Subdesenvolvidos” e passar a integrar o grupo dos países de rendimento médio, num salto notável. Tem uma democracia que tem funcionado e a sua diáspora representa uma força notável. Tem uma das melhores esperanças de vida de toda a África e é o nono país africano no Índice de Desenvolvimento Humano. Porém, os últimos anos com o impacto cruzado dos efeitos da pandemia, da seca prolongada e da inflação não têm sido fáceis. Pelo contrário. Por isso, o tempo de esperançar aqui é, mais do que nunca, urgente.


A primeira formação de formadores Ubuntu ocorreu em 2018 e as sementes perduraram. Uma das participantes, Lediane Barbosa, hoje a trabalhar na Câmara Municipal da Praia, meteu “pés a caminho” e há alguns meses contactou-nos para ver da disponibilidade de um segundo ciclo de formação. O seu entusiasmo e competência, em ação partilhada com a nossa Mónica Rocha e Melo, e com o contributo inestimável dos fantásticos formadores Ubuntu da Guiné-Bissau, Edson Incopte e Paula Carina Camará, fez acontecer.


Foi também uma excelente oportunidade de estar com vários líderes caboverdianos, desde o nosso anfitrião, Francisco Carvalho, presidente da Câmara Municipal da Praia, à Secretária de Estado do Ensino Superior, até ao Senhor Presidente da República.


Neste grupo fica depositada a esperança que possam ser líderes servidores e construtores de pontes.



Comentarios


bottom of page