top of page
  • Writer's pictureRui Marques

"Para recomeçar em força"

Para a maioria de nós, vai sendo tempo de regressar ao trabalho depois de umas férias que se deseja terem sido tranquilas e retemperadoras.

Para "Cuidar dos laços" importa, pois, trazer a inspiração necessária para uma nova jornada, conscientes das dificuldades, mas certos da nossa missão: "mais vale acender uma luz (ainda que ténue) do que gritar contra a escuridão".


Para começar o ano (letivo), nada melhor que falar de propósito

"Os dois dias mais importantes da tua vida são o dia em que nasces e o dia em que descobres porquê" - Mark Twain

Não há dúvidas que nas novas abordagens à vida das organizações e ao desenvolvimento pessoal, o verdadeiro gatilho que desencadeia tudo o resto passa pela robustez que cada um/a de nós consegue dar ao Sentido e ao Propósito de vida (qual é o meu "porquê" e "para quê").

Por isso, em cada recomeço vale a pena perguntar: "o que me faz correr?".




Cidadãos do mundo

Temos sempre o radar ligado para novidades interessantes para o mundo da Educação. Este livro - Conversaciones sobre ciudadania global - da Fundacion SM constitui um recurso valioso que nos pode inspirar no inicio do ano letivo, para nos percebermos como habitantes da Casa Comum.





A genialidade saiu à rua

Não será pacífico para todos, mas a Street Art é um fenómeno no qual a criatividade se expressa exuberantemente com exemplos extraordinários. Deixo algumas sugestões para o fascínio dos seus olhos.




Dominar a nossa mesa de trabalho?

Na normalização da cascata de novidades tecnológicas, temos dificuldade em ter presente tudo o que mudou nas últimas décadas. E o que pode significar essa mudança radical? Podemos começar, por exemplo, pela nossa secretária de trabalho e os objetos que a habitam. É um contexto apropriado para quem regressa de férias.Ler mais...



Ainda a ecoar o Ubuntu Fest Tomar

Já passaram algumas semanas, mas continua a ter eco o sucesso do Ubuntu Fest que realizámos em Tomar, no dias 16 e 17 de julho. A mensagem de João Costa, Ministro da Educação e de Pedro Cunha, Diretor das Academias Gulbenkian do Conhecimento trazem-nos responsabilidades acrescidas.


O atual Ministro da Educação conhece, desde há muito, o projeto Academia de Líderes Ubuntu. Por outro lado, o reconhecimento da metodologia Ubuntu pelas Academias Gulbenkian do Conhecimento representa um outro passo muito importante.





"Reparar é sempre melhor que substituir".

Pode a publicidade comercial ajudar-nos a defender um consumo mais sustentável e uma economia circular? Pode, sim. Ora veja.




O doce encanto do Hotel Marigold

Não é fácil encontrar filmes que juntem bom gosto, humor, humanismo, grandes atores e uma mensagem de esperança. O Hotel Marigold consegue-o. Por isso, num destes dias, veja ou reveja estes dois filmes salpicados de esperança e de coisas bonitas.






A outra alternativa para as pedras no caminho

Todos já ouvimos (e repetimos) que "Pedras no caminho? Guardo-as todas. Um dia vou construir um castelo", que surge regularmente como um aforismo associado a Fernando Pessoa. E se houver outra alternativa? Já explicamos.




O mundo está estranho... e infeliz. Há que fazer algo.

Provavelmente não vos surpreenderá muito, mas os dados do mais recente relatório da Gallup sobre o Estado Emocional do mundo refletem alguns dos desafios que vivemos. Causa ou consequência? O certo é que os dados obtidos fazem pensar e chamam à atenção.





E a terminar... sementes.

Somos de semear. Para e em todas as estações. A última palavra desta newsletter e a porta que se abre para as próximas vai passar por aqui: fazer com que aconteça, apesar de tudo. O abismo não terá a última palavra.




Vemo-nos de novo a 28 de setembro!

bottom of page