top of page
  • Writer's pictureRui Marques

Dose Extra de Sorrisos


Alguns procuram programas muito elaborados, mas umas boas férias podem começar com coisas bem simples. Por exemplo, tirar verdadeiro partido de sorrir (e rir) mais…Recorde aqui as vantagens disso.


Sorrir faz-nos sentir verdadeiramente humanos. Os especialistas da Etologia, como Ireneus Eibsfeldt, com a sua obra “Amor e Ódio”, bem conhecem o poder do sorriso: conecta-nos, apazigua-nos, dá-nos prazer e “securiza-nos”.


É um traço comum a todas as realidades humanas e, segundo este autor, é um traço inato, prévio a qualquer aprendizagem cultural.


Para um bom programa de férias, poderemos sorrir mais. Cada vez que o fizermos, produziremos endorfinas no nosso cérebro, que nos darão uma sensação de prazer. Por sua vez, essa sensação far-nos-á sorrir de novo. É um loop positivo que se inicia e se reforça.


Em simultâneo, à nossa volta, graças aos neurónios-espelho quem recebe um sorriso nosso, tende a retribuir. Outra retroação positiva a somar pontos.



Mandela, por exemplo, sabia disto. Uma boa sugestão de leitura para estas férias pode ser O Sorriso de Mandela, de John Carlin.


Este jornalista, correspondente na Africa do Sul entre 1989 e 1995, captou muito bem o espírito de Madiba (escreveu também o livro que deu origem ao filme Invictus) e este livro retrata muito bem, em pequenas grandes histórias, o perfil deste líder extraordinário.


Simbolicamente, na sua última aparição em público, em 2010, Mandela não disse uma única palavra. Simplesmente sorriu, durante dois minutos, como quem deixa um ponto final de um legado.



Comments


bottom of page