top of page
  • Writer's pictureRui Marques

Ubuntu Reconcilia, uma nova aposta

Desde há muito que nos motivam caminhos de paz e de reconciliação. Procurar a melhor forma de reconstruir relações quebradas é um desafio grande, mas o melhor caminho possível para evitar a espiral negativa do ressentimento e do ódio.


Uma das dimensões que sempre me fascinou em relação ao processo de transição na África do Sul , do apartheid para a democracia, foi a capacidade demonstrada de desenvolver um processo de reconciliação robusto, ainda que não isento de falhas. O legado de Desmond Tutu a este propósito sempre foi uma enorme inspiração. Ouvi-lo neste vídeo ajuda-nos a entender a dimensão e a beleza da sua visão sobre reconciliação.


Assim, é natural que a Academia de Líderes Ubuntu regresse regularmente a este tema. Este mês, apresentámos um novo modelo do método Ubuntu, aplicável a processos de reconciliação, do micro ao macro, do conflito de vizinhos, ao bullying até ao post-conflito. Colaborou connosco nesse processo, Gisella de Andreis, uma facilitadora colombiana, com uma forte experiência de participação no processo de reconciliação na Colômbia, em particular com o trabalho de base comunitária. Aqui fica o seu testemunho.


Neste processo, seguir-se-á agora a fase de pilotagem, com a realização de experiências piloto em vários contextos, de diferentes países. Em 2024 estaremos prontos para disponibilizar esta ferramenta para toda a rede Ubuntu.

Commenti


bottom of page